quinta-feira, 16 de junho de 2011

Programa incentiva inovações na Amazônia Legal (Por Dandara Medeiros)

Palmas sediará a sétima edição do Amazontech, programa multidisciplinar que busca promover o desenvolvimento econômico e sustentável da região

Da Agência Sebrae de Notícias
 
A capital do Tocantins será palco, de 18 a 22 de outubro de 2011, da sétima edição do Amazontech, programa multidisciplinar que, por meio do incentivo ao desenvolvimento científico-tecnológico e à inovação, busca promover o desenvolvimento econômico sustentável da Amazônia Legal. O Espaço Cultural de Palmas e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Públicos (Semasp) serão preparados e adaptados para receber as principais estruturas do evento.

O Amazontech é um programa do Sebrae desenvolvido pelos estados e Sebrae nas Unidades Federativas da Amazônia Legal, Governo Federal, Embrapa, Universidade Amazônica e outros parceiros institucionais. Acesso a mercados, políticas públicas, responsabilidade socioambiental e educação, com o propósito de assegurar competitividade e sustentabilidade fazem parte do conjunto de estratégias do programa.

Para o diretor superintendente do Sebrae no Tocantins, Paulo Massuia, o Amazontech veio para cumprir seu papel estratégico: tornar-se um dos catalisadores da integração regional e da consolidação de um mercado para os produtos da Amazônia, focados nos pequenos negócios. “Mais que desejar um desenvolvimento sustentável em suas múltiplas dimensões, o que se propõe é que o conhecimento construído no Amazontech seja um processo promovido de dentro para fora, ou seja, da Amazônia para o mundo. O conhecimento deve ser gerado, fomentado e enriquecido aqui mesmo”, esclarece Massuia.

O Tocantins, Estado mais novo da federação, apresenta uma localização geográfica privilegiada por estar no centro do Brasil, fazendo divisa com cinco Estados, além de integrar a Amazônia Legal. Esse ambiente o torna economicamente competitivo em relação ao transporte de cargas para todo o país, seja pelas rodovias federais, transporte aéreo e muito em breve pela Ferrovia Norte-Sul.

Palmas, capital do estado, é conhecida como uma terra de oportunidades, atrativa para migrantes e propícia ao aporte de novos investimentos. De acordo com o Censo Demográfico 2010, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Palmas foi a capital brasileira que mais cresceu na última década. Em 2000, a cidade apresentava uma população de 137 mil habitantes. Hoje, conta com mais de 228 mil habitantes.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial